Quem sou eu

Minha foto

Casado com Patrícia Abreu, pai de Laís, Raquel e Leyla Letícia.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

JUSTIÇA DE DEUS

O SENHOR, Justiça Nossa
JEREMIAS 23:6



O som estridente do apito ecoa no ar, e toda a ação pára abruptamente. Apontando para o jogador agressor, o árbitro grita: "Falta!"
Regras, faltas e penalidades são partes de qualquer jogo. Esses itens são regulados e vigorosamente enfatizados por árbitros, juízes e outros oficiais. Todo participante sabe que os limites devem ser fixados, e os comportamentos, monitorados; caso contrário, o jogo se transformará em um caos.
Também existem leis no mundo - limites e regras para se viver que foram estabelecidos por Deus. Mas homens e mulheres geralmente ostentam estes regulamentos, escondem suas transgressões, enfatizam os erros dos outros e declaram que o poder é sinal de justiça. Deus chama isto de pecado - desobediência voluntária, rebelião contra seu controle ou apatia. E às vezes parece que os transgressores têm sucesso - nenhum apito é soprado, nenhuma falta é marcada, e os ditadores facínoras governam. A verdade é, porém, que no final a justiça triunfará no mundo. Deus promoverá o devido ajuste de contas.

4 comentários:

  1. Seguindo querido siga lá tambem http://templodut.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Deus, nos da o direito de nossas escolhas, mais tb nos julgam no encerrar de nossa vidas e mesmo aqueles que não entendem ou por ignorância ou outro motivo eles nos dá a chance de se arrepender!!!

    ResponderExcluir
  3. nada podemos contra verdade, se não pela verdade 2co 13:8 e este ajuste vai haver varias surpresas e varios surpreendidos.

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida precisamos estar preparados para o dia em a Justiça de Deus, for realizada, a concretização dos atos, a realização de todos os ritos, daremos contas das nossas ações...

    ResponderExcluir